Pocos-Net 2017 1
   
   
  Última atualização   23 de maio de 2019 | 13:47:41
Contato

Campestre tem a maior renda per capita das centenárias


Incluída em: 05/09/2011 | 12:30


No último dia 30 de agosto, diversas cidades do Sul de Minas comemoraram seu centenário. De acordo com o site EPTV.COM, Campestre tem a maior renda per capita das oito cidades que fazem aniversário. O município de Campestre possui a maior renda per capita, com R$ 11.321,51 de renda média por habitante. Já Virgínia, tem o menor per capita entre as centenárias, com R$ 7.067,46. Este número é menor inclusive que o de Silvianópolis, que tem menor população, mas possui per capita de R$ 9.263,79.

As outras cidades que completam 100 anos nesta terça-feira (30) são: Nepomuceno, Botelhos, Conceição do Rio Verde, Elói Mendes e Paraguaçu, que tiveram sua emancipação no mesmo dia, em 30 de agosto de 1911. Um século de vida passou para cada uma delas, mas o desenvolvimento nem sempre aconteceu da mesma forma. Estimuladas pela proximidade com grandes cidades da região, como Varginha e Pouso Alegre, por exemplo, municípios como Elói Mendes e Campestre levam vantagem sobre as outras quando o assunto é geração de riquezas.

Entre essas cidades, há contrastes que podem ser percebidos através dos números. Nepomuceno, por exemplo, tem a maior população, conforme dados do último Censo do IBGE. O município tem 25.733 habitantes, contra 6.027 de Silvianópolis. Nos últimos 10 anos, o destaque foi Elói Mendes, que registrou um crescimento populacional de 14,91%, passando de 21.947 para 25.220 habitantes.

Já quando o assunto é economia, o maior PIB (Produto Interno Bruto) é de Elói Mendes, com uma produção anual de R$ 277,1 milhões. Logo depois vem Campestre, com R$ 235,9 milhões. Ambas estão próximas a duas das maiores cidades da região: Varginha e Poços de Caldas. Os menores PIBs entre as cidades centenárias são de Silvianópolis (R$ 57,6 milhões) e Virgínia (R$ 60,5 milhões).

Entre os anos de 2003 e 2008, período que compreende os últimos dados divulgados pelo IBGE, Botelhos, que tem uma economia baseada no setor de serviços e na agropecuária, teve um crescimento de 61,4% em seu produto interno bruto. No mesmo período, Virgínia apresentou o menor crescimento entre as oito cidades: 31,9%.

Jornal da Praça

 

2 - Anuncie Aqui Pocos-Net 2017 2 Pocos-Net 2017 3



ENQUETE

Sites Poços - Net | Anuncie | Central de Denúncias | Trabalhe na Rede Sulmineira de Provedores Ltda. | Política de Privacidade
© Copyright 1996-2013, Grupo Poços-Net - Todos os direitos reservados