CopiaMax
   
   
  Última atualização   25 de janeiro de 2020 | 15:27:06
Contato

Governo de Minas discute política de abrigamento para mulheres vítimas de violência


Incluída em: 29/06/2011 | 15:07


Pensando em promover melhorias na política de abrigamento às vítimas de violência doméstica, a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres (Cepam), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), reuniu representantes das casas abrigos de seis municípios, nessa terça-feira (28). O objetivo do encontro foi ampliar o apoio e a parceria do Estado a essas instituições.

“A Lei Maria da Penha provocou uma demanda maior pelo abrigamento e essa é uma oportunidade de buscarmos alternativas para  aprimorar a prestação do serviço e atender as vitimas de violência da melhor maneira possível”, ressaltou a coordenadora Especial de Políticas Públicas para Mulheres, Eliana Piola.

Minas Gerais conta com casas abrigos em Governador Valadares, Juiz de Fora, Poços de Caldas, Contagem, Uberaba e Belo Horizonte. Além dos representantes dessas cidades, estiveram presentes profissionais de Sabará, delegadas de Ibirité e da capital, psicólogas, assistentes sociais e pessoas que compõem a rede de proteção à mulher.

Piola lembrou ainda que o abrigamento é uma medida tomada em caso extremo. “Muitas vezes as mulheres não querem deixar a casa e sair do convívio familiar, mas o abrigo é a solução imediata em caso de ameaça de morte. Por isso, temos a preocupação em reconstruir a vida das mulheres durante a permanência na casa. Pode ser que ela precise, por exemplo, de qualificação profissional para o ingresso no mercado de trabalho”, destacou a coordenadora. As casas abrigos têm, em média, capacidade para dez famílias (dependendo do caso as mães podem levar os filhos).

 

Agência Minas

Pocos-Net 2017 2 Pocos-Net 2017 3 Pocos-Net 2017 5



ENQUETE

Sites Poços - Net | Anuncie | Central de Denúncias | Trabalhe na Rede Sulmineira de Provedores Ltda. | Política de Privacidade
© Copyright 1996-2013, Grupo Poços-Net - Todos os direitos reservados